A Heroína da Alvorada

by - dezembro 13, 2018

Nome: A Heroína da Alvorada
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
Páginas: 384

Tem spoiler dos dois primeiros livros da trilogia:


Amani, a protagonista, é uma demji, ou seja, ela nasceu da união de uma mortal com um djinni, seres imortais, responsáveis pela criação dos seres humanos. Como demji, ela tem algumas características peculiares: ela não pode mentir e ela tem poderes especiais (que podem ser limitados com ferro e controlados com bronze).

A protagonista vive em Miraji, um país com um governo totalitário, entregue a um exército estrangeiro e que não trata as mulheres em pé de igualdade. Por isso e por outros motivos, Amani acaba se unindo à rebelião, liderada pelo filho do Sultão, que pretende retomar o país e mudar a forma que o governa. 
Depois de um tempo dentro do harém do Sultão, Amani consegue conquistar sua confiança e trabalhar para que a Rebelião fique ainda mais forte! 

"A Heroína da Alvorada" começa exatamente no ponto em que o segundo livro terminou. Com figuras importantes da Rebelião presas pelo Sultão, Amani deve assumir o papel de líder, um papel que nunca imaginou que teria. E esse papel não é fácil - qualquer decisão pode custar a vida de muita gente.

Assim, ela tem que se esforçar para comandar os rebeldes da melhor forma possível, além de encontrar uma maneira de salvar os prisioneiros e, ao mesmo tempo, impedir que o Sultão consiga executar planos que poderiam acabar de vez com tudo e com todos. 




Eu já tinha comentado isso nas últimas resenhas, mas eu não posso deixar de elogiar, mais uma vez, as capas dessa série - são mesmo maravilhosas!

Também preciso elogiar mais uma vez a criatividade de Hamilton em criar uma mitologia diferente de tudo que eu já tinha lido. Acho o mundo e a história de Amani incrível e não entendo o motivo de ter demorado tanto para ler o terceiro e último volume dessa trilogia. 

A bandida de olhos azuis continua sendo uma narradora incrível e uma personagem forte, mas, claro, começa a apresentar dúvidas em relação ao papel que assumiu nesse volume. Posso dizer que fiquei satisfeita com o desfecho que foi dado para a série. Apesar de ter ficado triste em alguns momentos, isso só mostra como a autora consegue nos aproximar dos personagens e fazer com que fiquemos aflitos com tudo o que está acontecendo em Miraji.


Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons