Black Mirror: 2ª Temporada

by - janeiro 06, 2017


Black Mirror é a série do momento! Sem dúvidas, a forma como a série examina o nosso modo de vida e como a tecnologia, apesar de muitas vezes ser boa, pode nos prejudicar bastante. Cada temporada da série tem poucos episódios, bem diferentes uns dos outros. Assim, vou falar um pouquinho sobre cada um deles para vocês!


Be Right Back


Martha vê sua vida mudar quando seu marido, Ash, morre de maneira inesperada. Sem esperanças, ela é apresentada a um programa que permite que ela converse com seu falecido marido. O programa se utiliza de mensagens deixadas pela pessoa na internet, por meio de uma análise de suas redes sociais, fotos, vídeos, e-mails e tudo o que tiver acesso. O desespero de Martha avança de tal forma que ela decide pela edição mais avançada do programa: um clone sintético de seu falecido marido.

É estranho ver como alguém consegue chegar no ponto de depender tanto de uma tecnologia a ponto de comprar um clone do ex-marido. Sem dúvidas é esse o ponto que mais nos choca durante o episódio.

White Bear


Uma mulher acorda em uma casa, sentada em uma cadeira e cheia de pílulas no chão. Ela não lembra quem é, onde está ou qual o motivo de estar com tanta dor. Ela começa a andar pela casa - aparentemente a dela -, mas ainda não sabe o que está acontecendo. Quando sai para perguntar para alguém, não recebe ajuda. Todas as pessoas que se aproximam parecem estar em transe, com celulares na mão, todos apontados para ela. E não param nem quando uma pessoa mascarada aparece com uma arma e começa a atirar.

De certa forma, essa fascinação pelo celular reflete um pouco o modo como agimos hoje em dia. Por vezes, achamos que estar conectados às redes sociais, curtir alguma coisa, compartilhar alguma coisa, vai ajudar - quando na verdade o que você poderia fazer está a alguns passos de distância.

The Waldo Moment


Waldo é um urso azul que tem as falas e ações controladas por um homem que se considera fracassado. Tudo o que ele faz é encontrar o modo mais engraçado de humilhar os outros, de forma grosseira e que, de algum modo, conquista o público. Percebendo a adoração da população, os empresários responsáveis pela criação do personagem resolvem inclui-lo nas eleições, como um candidato.
Esse foi o episódio de Black Mirror que menos gostei. Apesar de entender a fascinação pelo urso azul, não acredito que tanta gente ficaria satisfeito com o tipo de coisa que ele fala - ainda mais no mundo politicamente correto que nós vivemos. Mesmo assim, vendo como a política mundial anda hoje em dia, não duvido que um urso como Waldo faria sucesso. O episódio é uma crítica muito bem feita ao modo que os eleitores tratam as eleições - e as consequências que essas escolhas podem trazer.

Leia também

2 comentários!

  1. Ouço tanto falar de Black Mirror,quero arrumar um tempinho pra assistir ele completo. Assisti um episódio apenas (3ª temp, ep. 1) e gostei do que vi. Logo logo vou ver o restante.

    Abraço. õ/
    http://livrosamoremais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois conta o que achou, Arilson! Eu gostei bastante da série!

      Excluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons