Tabula Rasa

by - junho 06, 2018

Annemie D'Haeze (Veerle Baetens) é a única pessoa capaz de solucionar o mistério acerca do desaparecimento de uma pessoa. Apesar de ser uma chave fundamental para o caso, ela sofre de amnésia e ainda experimenta eventos sobrenaturais dentro de sua própria casa.
Tabula Rasa é uma expressão latina que significa folha em branco... E é bem isso que se passa na cabeça de Mie desde que ela sofreu um acidente. E com isso, passa a esquecer todas as suas memórias recentes... 

Alguns meses depois do acidente, Mie acorda em um hospício. Sem saber quando apareceu lá, nem o motivo de estar lá. Descobre, então, que foi a última pessoa a ver Thomas De Geest antes dele ter desaparecido - uma pessoa que ela nem lembra de conhecer. 

Junto com ela, nós fazemos uma viagem por suas lembranças, a partir do momento em que se mudou para a casa de seu avô, depois do acidente. As lembranças são um pouco confusas e mostram o desespero da protagonista em uma casa que ela acredita ser mal assombrada (e qualquer um que estivesse no seu lugar também acharia isso!).

Eu comecei a assistir a série sem saber muito mais do que diz a sinopse e me surpreendi bastante! Nunca tinha assistido nenhuma produção belga, e gostei bastante. A série é super bem construída, não tem nenhum ponto solto, e nos surpreende o tempo todo! Você fica sempre fazendo mil teorias e eu fiquei bem satisfeita com todas as explicações. As atuações também são ótimas, me surpreendi com os atores (e com certeza eles vão ficar conhecidos no resto do mundo logo logo)!

Se você gosta de filmes que tem suspense, daqueles que te seguram do primeiro ao último episódio, vale a pena assistir! A Netflix realmente não brinca em serviço!

Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons