Star Wars - Episódio VIII: Os Últimos Jedi

by - dezembro 14, 2017

Antes de começar: que tal ler a resenha do Episódio VII para se situar? 

Após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.

Há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante...

A Resistência está com uma dificuldade cada vez maior de lidar com a Primeira Ordem. A princesa Leia Organa é forte, mesmo com as muitas perdas que sofreu ao longo de sua vida. A mais difícil delas, sem dúvidas, é a de seu filho, Ben Solo, que foi para o lado negro da força e agora atende pelo nome de Kylo Ren - e tem um desenvolvimento muito legal ao longo do filme.

Como última esperança, ela decide entrar em contato com seu irmão, Luke Skywalker, que agora vive isolado em uma ilha e, apesar da fama de herói que leva, não se vê dessa maneira. Para isso, ela envia Rey - que sem dúvidas tem a capacidade de sentir a força de um jeito que poucas pessoas ainda tinham. Lá, a garota deverá convencer Luke a voltar a ser um mestre Jedi, e, assim, aprender os principais ensinamentos. Além disso, Rey também tenta fazer com que Luke deixe seu isolamento e ajude a resistência, que está com os dias contados.

Enquanto Rey está na ilha, seu amigo Finn parte em mais uma missão, dessa vez às escondidas, e conta com a ajuda de Poe Dameron, o piloto que está sempre disposto a dar tudo de si para alcançar os objetivos da resistência - ainda que vá contra os comandos de Leia.


Sem dúvidas, esse filme já entrou na lista de um dos meus preferidos da saga! Ao contrário de "O Despertar da Força", que me pareceu um pouco de 'mais do mesmo', "Os Últimos Jedi" inova e nos surpreende! A trama é lotada de reviravoltas, voltamos a ver a luta constante entre os dois lados da força - não somente do lado de fora, mas também por dentro. E esse contraste fica muito evidente quando vemos a interação entre Rey e Kylo Ren - os dois atores estão incríveis em seus papeis.

Achei muito legal ver esse lado mais humano dos personagens - as dúvidas que eles têm; as decisões que tomaram; os erros que cometeram no passado e como isso afeta a vida deles até hoje; e também o ritmo de suas ações, apesar de todas as dúvidas.

Como é produzido pela Disney, o filme também tem aquele lado mais cômico que já vimos ser inseridos em alguns filmes da Marvel. É claro, também temos alguns clássicos de Star Wars (não poderíamos passar sem, né?) - as batalhas entre a resistência e a primeira ordem; as novas criaturas não-humanas (em especial aquelas fofinhas que eu tanto amo); as estratégias; e até a participação dos personagens que já conhecemos e amamos (o legal de ir na pré-estreia é que todo mundo aplaude quando alguém que nós amamos aparece na telona).

Agora é esperar mais dois anos para o episódio IX... Ou mais um ano até o Spin-Off contando um pouquinho mais da vida de Han Solo, que será lançado no final do ano que vem (quero!).


Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons