Lion: uma jornada para casa

by - julho 25, 2017

Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.
Com apenas 5 anos, Saroo já gostava de ajudar sua família: contribuía fazendo pequenos trabalhos junto de seu irmão mais velho, Guddu. Uma noite, quando foi acompanhar o irmão para ganhar uns trocados na estação de trem, o garoto não aguentou e acabou dormindo. Quando acordou, a estação estava vazia e seu irmão não estava por perto. Decidiu, então, procurar pelo irmão dentro do vagão de um trem, onde acabou adormecendo mais uma vez.


O trem atravessou o país – e Saroo se encontrou em uma cidade que não falava sua língua e em que não conhecia ninguém. Para piorar: ele não sabia o nome de sua cidade, pronunciava incorretamente o nome do bairro e, ainda não sabia o seu próprio sobrenome. Sem dúvidas, devia ser assustador para um menininho de 5 anos.




Depois de algumas semanas vivendo na rua, Saroo finalmente foi acolhido por um orfanato, e como não conseguiram encontrar sua mãe, deram o menino como perdido. Em pouco tempo, ele foi adotado por uma família australiana, e passou o resto da infância e adolescência na Austrália.





20 anos depois, Saroo já é um australiano. Ele já fala inglês como um nativo e nem se lembra como falar hindi. Sua infância ficou para trás. Até um momento em que algumas memórias começam a voltar – e ele sente uma necessidade de reencontrar sua mãe e irmãos para dizer que sim, ele ainda está vivo e está bem. E começa a trabalhar nesse sentido!


O no livro "A Long Way Home", baseado na vida real de Saroo Brierley, o que deixa tudo ainda mais emocionante! Eu não consigo imaginar como deve ser para alguém se perder assim da família e não ter nenhuma possibilidade de retornar para casa. E Saroo, por mais difícil que a situação fosse, conseguiu abraçar a nova vida como muitos não conseguiriam.

É incrível ver como a internet consegue mudar a vida das pessoas! Saroo levou anos, mas conseguiu traçar o caminho de volta com a ajuda das novas tecnologias e com as memórias que tinha de seus 5 primeiros anos de vida! Vale muito a pena assistir! Um filme imperdível!

Leia também

1 comentários!

  1. Olá
    Vi esse filme esse mês com minha sogra. Eu me emocionei muito. Eu tenho um filho pequeno e fiquei pensando o que aconteceria se fosse ele no lugar do Saroo. Ele fala pouco (tem dois aninhos), não sabe dizer seu nome, nem o meu, nem do papai e muito menos onde mora. Credo. Dá agonia só de imaginar. Agora quero ler o livro. Deve ser ainda mais emocionante.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons