Lançamento de Janeiro: Companhia das Letras e Editora Seguinte

by - janeiro 19, 2015

Oi, gente!

Hoje venho com as primeiras novidades da Companhia das Letras. Eu estou louca para ler "Por Lugares Incríveis", que parecer ser um ótimo livro! Esse mês também tem lançamento do John Boyne, outro autor que eu gosto bastante e, para os fãs de policial, mais um livro do Simenon! 


Por lugares incríveis, de Jennifer Niven: Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver. Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

A casa assombrada, de John Boyne: Até a morte do pai, a jovem Eliza levava uma vida privilegiada – se não em termos materiais, ao menos em carinho e proteção. Determinada a deixar as lembranças tristes para trás e reconstruir sua história em outro lugar, ela vê a oportunidade perfeita em um anúncio de governanta, que busca alguém para cuidar das crianças de um casarão no leste da Inglaterra. Mas ela nunca poderia suspeitar o que a aguardava nesse novo trabalho. Há uma presença maligna à espreita na casa, e Eliza se vê em guerra de nervos contra esse adversário desconhecido, invisível (e talvez imaginário), que a acompanha em todos os momentos com a aparente intenção de matá-la.

A dançarina do cabaré, de Georges Simenon: Em Liège, cidade belga onde Simenon nasceu, Maigret observa à distância dois garotos acusados de assassinar um estrangeiro rico. Quando a amizade entre os suspeitos é posta à prova, diferenças saltam à vista e ajudam o comissário a desvendar o enigma.

Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons