Infinity Ring: Dividir e Conquistar

by - janeiro 17, 2015

Nome: Infinity Ring - Dividir e Conquistar
Autora: Carrie Ryan
Editora: Seguinte
Páginas: 216

Essa resenha pode ter spoilers de "Um Motim no Tempo"

Dak, o garoto-prodígio quando o assunto é história, Sera, a menina que entende tudo de física, e Riq, o adolescente que já fala fluentemente 16 línguas, estão viajando no tempo para corrigir o passado. Após garantir que a América fosse descoberta por Cristóvão Colombro, os três vão para Paris, em novembro de 885.

Após se situarem, descobrem que estão prestes a vivenciar o cerco de Paris, momento histórico em que cerca de 33 mil vikings haviam invadido a cidade - que até então era apenas uma ilha no meio do rio Sena. O trio tem 24 horas para decifrar o que devem fazer para corrigir a história - impedir os vikings de entrar parece impossível... Mas será que é isso que eles precisam fazer?

Enquanto seus amigos tentam decifrar o SQuare, o tablet que tem todas as informações sobre as fraturas, Dak resolve conhecer os vikings de perto - e descobrir informações sobre eles que nenhum historiador já resolveu. O problema é que ele é pego. E assim, durante o cerco, ele terá que colaborar com os nórdicos para sair vivo.


Nesse segundo livro, somos apresentados à novos personagens, como Rollo, um viking que é dono de Vigi, uma cadela com um péssimo bafo e que parece ser tão assustadora quanto o dono, e Billfrith, que está pronto para ajudar o trio com o que vier pela frente. O livro é mais focado no curioso Dak, que se mostra ainda mais descuidado (o que é compatível com a idade dele), e tenta lutar pela sobrevivência enquanto observa a rotina dos vikings. Riq e Sera ficam mais próximos, devido à reminiscência dos dois, que estão cada vez mais fortes. Sera também descobre como é se apaixonar, mas não sabe bem como agir em relação à isso.

Os personagens percebem, ao longo do livro, o peso de seu papel para corrigir a história, percebendo quanta responsabilidade está em suas mãos. Eles percebem que podem mesmo modificar o que aconteceu - e devem se esforçar ao máximo para que tudo corra do jeito que deveria ser. Aqui, também descobrem que a SQ é ainda pior do que imaginavam.

Um diferencial da série é o fato dela ser escrita por diversos autores. O primeiro livro foi escrito por James Dashner. O segundo, por Carrie Ryan. Mesmo com a mudança de autores, o livro continuou apresentando as mesmas características, e os personagens continuaram iguais. Eu gostei muito do livro, e não parei de ler até chegar na última palavra! Com certeza, vale a leitura!

Leia também

7 comentários!

  1. Que legal, Deia!! Adoro viagem no tempo, vou ler!
    Obrigada pela dica :D

    ResponderExcluir
  2. Oi..
    Não sabia que autores diferentes escrevam a série. Estou mal informada.
    Eu confesso, que essa série não me atraí, mas vejo muitos elogios.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá! Está ai um livro da Seguinte que pretendo ler, só vejo elogios em relação a ele e toda esta vibe de viagem e com certeza pelo fato de ter vários autores, confesso que sou mega fã do James, espero gostar dos outros ^^

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem?
    Essa série parece ser mesmo interessante. Legal isso do grupo ter que alterar a história, legal e perigosos, rs. Adoro livros sobre viagem no tempo, e também juvenis, então acho que iria curtir essa série, rs
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi... achei bem interessante a construção de uma série escrita por um autor diferente... não sei se eu leria... porque não é muito meu estilo, porém achei a ideia bem legal... a única parte que gostei foi da viagem no tempo!!! nossa parece muito louco... voltar tantos anos assim... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bom?
    O que mais gosto nessa série são as características históricas que eles inserem a cada livro. Além disso, o fato de falar sobre viagem no tempo também é bem bacana. Realmente esse segundo livro mantém a trama interessante, mesmo com a troca dos autores.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Deia,

    Eu acho tão interessante cada livro dessa série ser escrito por um autor e esse fato não mudar drasticamente as características dos personagens. Tenho curiosidade com essa série. Quem sabe em um futuro próximo eu leia.

    Abraços quentinhos!

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons