Kill Bill

by - setembro 19, 2012


Esse post contém Spoilers!

Outro clássico do Tarantino que eu não tinha assistido até hoje. O filme apresenta todos os elementos que são marca do diretor: o excesso de violência e sangue, a divisão em capítulos e algumas cenas em preto e branco.

O filme fala sobre uma mulher que perdeu tudo: seu noivo, seus amigos e seu bebê. Depois de 4 anos em coma, acorda jurando vingança contra aqueles que fizeram isso com ela. O que não esperamos (ou até o fazemos, ao saber que o filme é de Tarantino) é que essa mulher é, na verdade, uma assassina - a mamba negra. E tem ótimas técnicas de luta (principalmente com espadas samurais) e de sobrevivência para conseguir matar as 5 pessoas que fizeram isso.

1. O-Ren Ishii: a primeira da lista de sua vingança é, agora, a número um na máfia japonesa. Ela viu seus pais morrerem assassinados pela Yakuza - e prometeu vingança. Tornou-se assim, uma assassina voraz. A Mamba Negra, após chegar no Japão, consegue matar o exército dos 88 loucos de O-Ren Ishii e, finalmente, matar a chefona.

2. Vernita Green: a segunda da lista se tornou, agora, uma mãe de família. E tem uma vida mais normal possível para uma ex-assassina. A protagonista a mata na frente de sua filha.

3. Budd: quando eu fui assistir a vingança contra ele, achei que seria mais fácil matá-lo do que aos outros. Ele se tornou um segurança preguiçoso de um restaurante em um lugar isolado. Porém, fui surpresa por seu plano - ele já esperava por sua vingança. 

4. Elle Driver: Ela odeia a protagonista, mas a respeita. Foi treinada pelo mesmo mestre - e teve seu olho arrancado por ele. É ela quem mata Budd - ironicamente, pelo veneno da cobra mamba negra (o codinome de sua rival). Ela é a única cuja morte não é certeza.

5. Bill: Ele é aquele quem coordenava o grupo que gerou a sede de vingança da protagonista. O chefão, aqui, também era o pai do bebê que a assassina perdeu. Quando chegamos na casa dele, porém, temos uma surpresa, que atrasa, um pouco, a morte do número um da lista.


Por fim, devo avisar que, principalmente no volume 1, há um exagero no sangue que jorra de todos os que morrem. É interessante, também, o fato de o diretor ter colocado um dos capítulos em formato de animê, quando contava a história de O-Ren Ishii. Para aqueles que não gostam de Tarantino, de Sangue ou de violência, não é um filme que eu recomendaria. Para os outros, vale a pena!

Leia também

6 comentários!

  1. Sou fã do trabalho do Tarantino, já assisti a todos, os meus preferidos são Pulp Fiction, Um Drink no Inferno, Bastardos Inglórios e Cães de Aluguel. Gostei também de Kill Bill mas não é o meu preferido.

    Abraços

    http://rebobinandomemoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bastardos Inglórios ganha de qualquer um, na minha opinião. Amo o filme de paixão!
      Desses que você citou, só não gostei tanto de "Um Drink no Inferno"... Mas pelo menos ele veio bem antes da modinha de vampiros, né? hahahah

      Excluir
  2. Adoro Kill Bill! Apesar de os filmes do Tarantino me deixarem com uma sensação incômoda por conta das cenas de violência (é, eu sei, sou fraquinha ¬¬), sempre me cativam!
    O meu preferido mesmo é o 2! Iria falar um monte de coisa sobre ele, mas vou esperar sua postagem, haha (caso vc assista ^^).
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah
      Já assisti os dois! Nessa postagem mesmo fala de alguns personagens que nem aparecem (direito) no primeiro filme!
      Eu numca tinha visto, entao aluguei os dois de uma vez e fiz uma maratona hahhah
      Também gostei mais do segundo (principalmente o final), mesmo minha cena favorita (?) tenha sido no primeiro hahahah

      Excluir
    2. Ah, então eu confundi as bolas todas, HUAHAUHUUAH. É por isso que eu não posso assistir filmes em sequência: nunca sei qual em qual deles acontece cada coisa! ¬¬
      Foi mal Andrea! xDDD
      Mas continuo gostando mais do 2, principalmente do treinamento dela com o Pai Mei (vc já leu lendas sobre ele?), é tão engraçado! E adoro essas sequências de transformação em filmes, onde a pessoa começa toda despreparada e se torna um super mega assassina ou coisas do tipo. Tô falando do filme certo, né? Hahaha.

      Excluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons