Máscaras: benefício ou não?

by - junho 08, 2009

O mundo contemporâneo exige o convívio em sociedade. Para isso, os indivíduos passam a agir de maneira a agradar a todos, desenvolvendo, ao longo da vida, diferentes personalidades, que variam de acordo com o lugar ou o que as pessoas exigem.



Essa troca de máscaras que ocorre ao longo da vida se justifica pela facilidade que a acompanha: agindo de acordo com o pensamento de certo grupo, fica mais fácil de o indivíduo vir a integrá-lo. Se alguém agisse no escritório do mesmo modo que age quando está no bar, teria muita chance de ser demitido, por exemplo. Usar a máscara adequada na situação certa aumenta, em muito, as chances de a pessoa ser bem aceita.


Apesar dessa facilidade, as diversas máscaras podem levar a uma falta de conhecimento sobre o "verdadeiro eu" de cada indivíduo. Um exemplo pode ser o do protagonista do conto "O espelho", de Machado de Assis, no qual o jovem não se enxergava mais sem a farda da Guarda Nacional - não conseguia mais voltar a sua real personalidade.


Agir de acordo com a sociedade pode ser vantajoso até o momento em que cada indivíduo consegue definir quando deve usar a máscara e quando deve mostrar seu verdadeiro rosto. O indivíduo precisa saber diferenciar em que momentos a máscara é necessária, para que, assim, não a use por tempo demais - o tempo necessário para que essa máscara se torne permanente.

Leia também

1 comentários!

  1. eu não sei usar máscaras...a não ser q precise usar uma de Darth Vader pra ir em festa a fantasia. Costumo ser quieto e observador em todos os lugares e tbm falo besteira com qualquer pessoa, mas usar máscara pra agradar alguém e ser aceito eu nunca fiz...prefiro me isolar e continuar sendo eu, eu mesmo e o White

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons