Estilhaça-me

by - novembro 13, 2021

Nome: Estilhaça-me
AutoraTahereh Mafi
Páginas: 304
Editora: Universo dos Livros


Um toque é o bastante. Com apenas um toque, Juliette Ferrars é capaz de fazer um homem adulto se ajoelhar de dor e implorar por misericórdia. Um único toque de Juliette pode matar. Ninguém sabe por que a garota tem um poder tão impressionante, o qual ela acredita ser uma maldição, um fardo que uma pessoa sozinha seria incapaz de carregar. Contudo, o Restabelecimento enxerga essa característica como um dom e passa a vê-la como uma oportunidade – uma oportunidade de usá-la como arma letal. Porém, Juliette tem seus próprios planos.

Juliette é uma garota peculiar. Ela nunca conseguiu tocar alguém - nem mesmo seus pais. Isso porque seu toque é mortal e causa muita agonia à outra parte. 

Por conta disso, ela sempre foi excluída e mal tratada por todos ao seu entorno. Seus pais, seus colegas. Todos menos Adam, o garoto do colégio que sempre a defendia, ainda que nunca tivesse falado com ela. 

Mesmo com o mundo contra ela, Juliette sempre foi uma boa pessoa. Queria compensar seu toque mortal fazendo o bem sempre que pudesse. E, infelizmente, isso fez com que um acidente acontecesse e ela passasse anos presa, longe da civilização. 

Durante esse período, muita coisa mudou. O Restabelecimento subiu ao poder com a promessa de melhorar o mundo, uma promessa que nunca tiveram a intenção de cumprir. 

Agora precisam de Juliette para ajuda-los a alcançar seu objetivo - uma mulher que conseguiria torturar seus inimigos apenas com um toque seria sua arma ideal. 


O livro é interessante. Não é minha distopia favorita, mas gostei de ter lido. 

Juliette é uma protagonista que eu gostei de acompanhar. Por vezes, a narrativa em primeira pessoa me deixa 'de bode' da protagonista - o que não aconteceu dessa vez. Alguns detalhes me incomodaram um pouco, como o fato dela mudar de ideia do que deveria falar (o livro tem várias frases riscadas, como se ela se punisse por pensar naquilo). Também acho que é muito difícil alguém como ela ser tão boa, considerando tudo o que ela passou. 

O livro também demorou para me animar. Comecei a ler e não tinha muita ação (tudo bem que ela estava presa, mas enfim)... Continuei por estar curiosa sobre o motivo pelo qual ela acabou presa e para ver como ela sairia dali. Para mim, o livro começou a pegar nos trancos apenas no final - e quando eu finalmente comecei a animar mesmo com ele, acabou. 

Pelo menos isso é um ótimo indicativo de que daqui a alguns momentos já vou começar o próximo, não é mesmo? Espero que continue melhorando, assim como o primeiro.

You May Also Like

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.