Corte de Névoa e Fúria

by - outubro 09, 2021

Nome: Corte de Névoa e Fúria
Autora: Sarah J. Maas
Páginas:
658
Editora: 
Galera Record



Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

Terminei o primeiro livro pensando que havia sido um final feliz. Afinal, Feyre conseguiu salvar a todos e finalmente estava ao lado de seu amado Tamlin. Para mim, a única coisa que havia ficado pendente era aquele tratado com o Rhysand, o grão-senhor da temida Corte Noturna.

Eu estava bem dividida. Por um momento, achava que surgiria um triângulo amoroso - o que eu odeio. Pelo pouco que conhecia do personagem, não acreditava que ele maltrataria Feyre, mas não conseguia entender o motivo pelo qual ele havia feito aquele acordo.

Pois bem... Prepare-se para ver seu mundo virar de cabeça para baixo. 

Começamos o segundo livro com Feyre tentando cicatrizar as feridas que surgiram em Sob a Montanha e se preparando para seu futuro casamento com Tamlin. Ela não consegue mais pintar, não consegue se adequar à vida de uma senhora da corte e seu único alívio é saber que, apesar do acordo feito com Rhysand prever que ela teria que passar uma semana por mês lá, já fazia 3 meses que ele não aparecia. Alívio e tormento, porque ela sabia que em algum momento ele poderia aparecer para cobrar sua parte do acordo.

E, é claro, que ele aparece no momento que mais poderia irritar Tamlin - durante a cerimônia de casamento. Mas será que isso era um tormento ou uma benção? Feyre realmente queria aquela vida de donzela indefesa ao lado de Tamlin? Será que Rhysand seria, no final das contas, sua chance de ser livre? Será que ele não é aquele vilão que todos dizem que ele é? 


Feyre, apesar de estar extremamente machucada e traumatizada, não é, em nenhum momento, uma personagem chata (o que não é o que eu posso dizer de muitas protagonistas). O desenvolvimento dela durante esse livro é incrível e ter ao seu lado alguém que apoie seus sonhos e suas decisões é essencial para isso! 

Sem dúvidas, o segundo livro é muito melhor que o primeiro. Amei conhecer um pouco mais do mundo criado por Maas, amei ver que nem tudo é o que parece, amei os personagens novos que surgiram quando Feyre passa a frequentar a Corte Noturna... Recomendo mil vezes!

Corte de Espinho e Rosas - Corte de Asas e Ruína

You May Also Like

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.