Mensageira da Sorte

by - outubro 21, 2018


A situação no Brasil não é fácil. A AlCorp, uma grande corporação, está dominando o país e não apenas controlando todos os preços, mas também se utilizando da força para controlar a insatisfação da população.

Em um dos muitos protestos, de maneira inesperada, Sam acaba por se tornar uma mensageira temporária no Departamento de Correção de Sorte, uma organização extranatural do Destino, que é responsável por nivelar o azar na vida das pessoas. Todos os dias, Sam recebe uma mensagem durante a manhã e deve entrega-la ao destinatário, que poderá utilizar ou não a dica que recebeu. Sua primeira mensagem deve ser enviada para seu novo vizinho, Leandro, que por acaso também é seu colega de classe, e vai fazer com que o canal do garoto no YouTube se torne um sucesso! 

Mas essa não seria a primeira mensagem para o garoto - que está sempre se arriscando nos protestos contra a AlCorp. Sam se vê obrigada a usar a sorte do Destino para protegê-lo - ao mesmo tempo que deve lutar contra a culpa que sente pela morte de seu pai, que faleceu durante um dos protestos há pouco tempo.


Eu sempre gostei muito dos quadrinhos da Fernanda Nia. Eu acompanhei pelas redes sociais a novidade de que ela lançaria um livro e já fiquei interessada. Assim que tive a oportunidade, já adquiri o meu e comecei a ler!

Assim como nos quadrinhos, Nia consegue fazer com que a narrativa seja ao mesmo tempo crítica e com muito humor - vemos várias referências ao que vemos no nosso dia-a-dia na internet, seja memes ou até mesmo a velocidade que as informações são espalhadas. Tudo isso fica melhor com sua visão crítica, ainda mais em um momento tão turbulento em nosso país... Do jeito que as coisas estão, não duvido nada que algo parecido com o que ela narra possa acontecer por aqui (espero que não, né?).

Além disso, amei a ideia de que o Destino é um departamento, com suas próprias burocracias, e que ele trabalha para garantir - dentro do possível - que todo mundo tenha mais ou menos as mesmas chances no mundo terreno. Amei a possibilidade de poder receber alguma dica sobre algo que pode mudar a minha sorte, caso eu decida seguir o conselho de uma estranha (hahaha). E é claro que, apesar de parecer algo maravilhoso, nem sempre é assim. 

Adorei as personagens, achei super realistas e bem construídos. Sam trabalha constantemente para superar os traumas de seu passado e seguir em frente, mesmo com medo do que pode vir a acontecer. Leandro, por sua vez, parece ser aquele cara descolado, mas ninguém sabe o que realmente está passando - e nós conseguimos entender o porquê dele fazer o que faz. 

O livro não me decepcionou (e olha que isso muitas vezes acontece quando eu tenho expectativas antes de começar a ler). Eu fiquei preocupada com a situação política do país, no livro, assim como estou na vida real; eu ri com as sacadas tanto dos personagens quanto da escritora (eu não duvido nada que alguém realmente levasse um sabre de luz para um protesto aqui no Brasil haha); e eu me senti super envolvida com a leitura!

Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons