A Rainha de Tearling

by - setembro 02, 2017


Nome: A Rainha de Tearling
Autor: Erika Johansen
Editora: Suma de Letras
Páginas: 350


Ainda bebê, Kelsea foi levada para um esconderijo sob as ordens de sua mãe, a antiga rainha, para sua própria proteção. Lá, Kelsea cresceu sob a guarda de um homem e uma mulher, que a ensinaram política e defesa, preparando-a para quando ela fosse assumir seu posto como rainha herdeira.

Aos seus 19 anos, a guarda da rainha aparece para levá-la à Fortaleza, onde ela assumirá a coroa e governará todo o Tearling, mas sua própria existência é um risco à sua vida e logo Kelsea se vê numa corrida para salvar sua pele e seu reino, podendo nem mesmo assumir a coroa antes de ser morta; inimigos e corruptos, até mesmo seu tio, o Regente, querem tirá-la do caminho. E para piorar, os diversos mistérios sobre sua mãe e seu reinado começam vir à tona, e ela gosta cada vez menos deles.

Mesmo nunca se sentindo uma rainha, Kelsea se mostra determinada a encontrar paz e justiça para o povo Tear, e com isso acaba despertando a  fúria da Rainha Vermelha, a rainha feiticeira de Mortsmene, um reino vizinho que vive sob um fino tratado de paz com Tearling. Kelsea precisará de toda sua coragem para ser a rainha que Tearling precisa, mas sua jornada está só começando e muitas batalhas e perigos virão antes que seu reinado se torne uma lenda... ou uma tragédia.

Admito que estava com um pouco de receio em ler A Rainha de Tearling. Eu sempre quis muito ler ele, mas vi alguns comentários sobre o livro não ser tão bom e ser um pouco arrastado, e isso me deu um pouco de medo... eu não queria não gostar do livro, mas finalmente tomei coragem pra ler e me pergunto: como assim não é tão bom? Eu achei INCRÍVEL.

O livro é uma mistura espetacular de distopia com fantasia; a autora elaborou muito bem o universo do livro e soube mesclar esses dois gêneros de uma forma maravilhosa. E nem sei o que dizer sobre o enredo... olhando por cima, parece mais uma historinha clichê, mas me surpreendeu MUITO, sério mesmo.

Mas, gente, não tenho palavras para descrever meu amor pela Kelsea AAAAAAAA Sabe aquela personagem verdadeiramente forte, que não parece "forçada" ou falsa? Essa é a Kelsea. Ela não é perfeita, ela não é vista como bonita pelos outros, ela se sente desconfortável por estar acima do peso, ela nunca sentiu que seria uma rainha... mas de insegura, ela não tem nada. Ver a situação de Tearling despertou algo nela e a coragem que ela já tinha e multiplicou. Eu amei ela de verdade e me emocionei (e me arrepiei) várias vezes com suas atitudes. KELSEA, EU TE VENERO. Os personagens secundários também possuem personalidades marcantes e todos se mostram importantes no desenvolvimento do enredo. 

De certa forma, eu entendo porque algumas pessoas acharam o livro lento... A Rainha de Tearling NÃO É UM LIVRO YA. Não leia esperando romance, intriguinhas bobas nem nada do tipo; o livro tem bastante foco na política e na história de Tearling. Apesar disso, eu achei a narrativa bem fluída e gostosa de ler.

Intrigas, magia, personagem badass e trama envolvente são alguns dos elementos que compõe esse livrão que é A Rainha de Tearling. Super recomendo a leitura; já estou ansioso por A Invasão de Tearling e pelo filme!


Leia também

1 comentários!

  1. Eu sou completamente apaixonada por livros que autores misturam distopia e fantasia.
    Ainda mais quando a personagem não tem frescura e é guerreira e forte.
    Estou super curiosa por esta leitura, ainda mais por se focar na política e na história sem se perder por causa de romance e intrigas!

    Bejinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons