Desesperate Housewives

by - setembro 14, 2016


Eu demorei muito para assistir Desesperate Housewives. Até pouco tempo atrás, nunca tinha me interessado pela série. Sempre imaginei que fosse uma série que não teria muito para acrescentar, com protagonistas fúteis que não faziam nada além de cuidar da casa e caçar maridos. Bom, a série tem personagens que fazem isso, mas sem dúvidas esse não é o foco da série.

Desesperate Housewives conta a história dos moradores de Wisteria Lane, uma pequena rua sem saída nos subúrbios de Fairview. Cada um dos vizinhos é intrigante, sempre procurando ajudar os outros e descobrir tudo o que estão escondendo, mas sempre tomando o cuidado necessário para que ninguém descubra seus segredos. Afinal, todo mundo tem segredos, né? 

Apesar de toda a vizinhança ter personagens interessantes, a série foca em quatro amigas: Susan Mayer, Lynette Scavo, Gabrielle Solis e Bree Van der Kamp. As quatro são amigas e permanecem com a amizade durante todos os anos da série, independentemente do que está acontecendo na vida de cada uma delas, independentemente do segredo que cada uma está guardando. 


Bree Van der Kamp é a típica dona de casa. Ela é perfeccionista, gosta de cuidar da casa, faz questão de fazer comida caseira e jantar com sua família todos os dias. Ela sonha em ter a família perfeita, mas não percebe que sua mania de perfeição acaba fazendo com que sua família faça de tudo, menos alcançar esse patamar que ela sonha em alcançar. 

Gabrielle Solis já foi modelo, chegou a desfilar em grandes passarelas e a estampar capas de grandes revistas. Quando encontrou um cara rico para casar, se apaixonou e abandonou a carreira para viver uma vida fútil e calma nos subúrbios. Mas, é claro, que uma vida tão calma nunca seria satisfatória para ela, que não hesita em buscar por um pouco mais de emoção na vida pacata dos subúrbios.

Lynette Scavo é uma das minhas personagens favoritas. Ela abandonou a carreira, que estava deslanchando, para cuidar dos quatro filhos. Isso mesmo, quatro. Apesar de ser mãe em tempo integral, ela não sente que dá conta de cuidar dos filhos que estão sempre aprontando, e sonha com o dia em que poderá voltar para a carreira. Ela é apaixonada pelo marido e pela família e, mesmo quando se depara com as dificuldades, faz de tudo para que a família continue bem e unida.

Por fim, Susan Mayer é a desastrada da turma. Sem dúvidas, ela sempre age com a maior das boas intenções, mas é tão atrapalhada que acaba sempre criando confusão com tudo o que faz. Começamos a série com a personagem se recuperando de um divórcio difícil, sempre se apoiando na filha como seu pilar - o que faz com que a garota, muitas vezes, assuma o papel de mãe. 


A cada temporada, vemos novos vizinhos indo e saindo de Wisteria Lane. Cada novo morador sempre levanta suspeitas, e faz com que a série sempre esteja envolta em um grande suspense. É claro que a vizinhança não consegue ficar quieta, e passa boa parte da série tentando entender o que realmente está acontecendo por ali.

Em meio ao suspense da vizinhança, as amigas continuam suas vidas, passando por problemas que qualquer um passaria, e também por alguns problemas um tanto incomuns. Mesmo assim, é uma delícia acompanhar como anda a vida de cada uma delas, como cada uma lida com as situações da vida e também como você conseguiria se ver ali, jogando poker com elas toda semana. 

Leia também

2 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons