De Amor e Trevas (filme)

by - abril 20, 2016


Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos judeus tiveram que fugir da Europa para garantir sua sobrevivência. Uma dessas famílias é a de Fania, que nasceu na Polônia, mas foi para Israel durante a sua juventude. Ela cresceu imaginando a terra prometida, aquela construída por homens guerreiros e trabalhadores, aquela em que a vida finalmente seria tranquila.

Chegando em Israel, Fania se casou e teve um filho: Amos, o narrador da história. Porém, nada foi tranquilo como Fania imaginava. Em 1945, com o fim da guerra na Europa, Israel permaneceu ocupado por tropas britânicas, que mantinham a paz. O garoto cresceu cercado por livros, e sempre ouvindo as histórias e sonhos de sua mãe.

Em 1947, Israel finalmente se tornaria um país independente. Os judeus nunca mais precisariam passar por situações de bullying. Mas não foi bem assim que aconteceu. Assim que foi declarada a independência do país, uma nova guerra iniciou - piorando com a saída das tropas britânicas do país. Nada parecido com o Israel que Fania imaginou.

Com o tempo, ela entrou em uma depressão, sem ter vontade de sair de casa, sempre com dor de cabeça ao fazer qualquer coisa. E isso afetou profundamente Amos e sua família



Gostaria de agradecer à Companhia das Letras e à Distribuidora Fênix pelo convite para assistir o filme. Eu me surpreendi ao descobrir que, apesar de ser estrelado por Natalie Portman, o filme era inteiro em hebraico. Afinal, eu não sabia que ela era uma atriz israelense! Esse foi o primeiro filme em que a atriz atuou também como diretora, se sentindo inspirada pelas histórias contadas pela própria família.

O filme é um drama e desde o início já sabemos o que vai acontecer mais para frente. É muito interessante ver como Amos lida com a situação em que se encontra, como ele admira a mãe e todas as suas histórias. Também achei interessante o modo como ele enxerga a rixa existente entre judeus e muçulmanos. Ambos são vítimas, mas não enxergam dessa maneira: continuam brigando entre si. 

A história é baseada no livro de Amos Oz, um dos maiores escritores israelenses, e é baseada na vida do próprio autor. O filme estreará nos cinemas brasileiros no dia 05 de maio!

Leia também

4 comentários!

  1. Oi oi,

    não conhecia o filme, mas fiquei louca para vê-lo! A história parece ser muito impactante e amo o trabalho da Natalie Portman!

    Beijos!
    Participe do sorteio do livro Minha Vez de Brilhar + Kit de Marcadores
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do filme, Ana Luiza! Realmente é impactante ver como a guerra afetou a vida desses judeus. Natalie Portman é ótima mesmo! :D
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá :)

    Adorei a resenha! Eu gosto bastante de filmes ou livros com esses temas, e a Natalie é incrível. Uma pena que não poderei assisti-lo logo, pois na cidade em que moro não há cinemas :(

    Beijos,
    Gabi.

    http://http://www.entrepaginasesonhos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adoro enredos com esse tema! Espero que consiga assistir assim que possível!
      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons