Sejamos todos feministas

by - dezembro 01, 2015

Nome: Sejamos todos feministas
Autora: Chimamanda Ngozi Adichie
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 64


"Sejamos todos feministas" é baseado em uma palestra apresentada por Chimamanda no TED Euston, que tem como foco a África. Na palestra, Chimamanda decidiu falar sobre a desigualdade de gênero, o feminismo e também sobre o que se relaciona com a palavra.

O feminismo é uma doutrina que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens. Mesmo assim, muitas pessoas veem a palavra de forma negativa e não como a luta que realmente é.


"Ele comentou que as pessoas estavam dizendo que meu livro era feminista. Seu conselho — disse, balançando a cabeça com um ar consternado — era que eu nunca, nunca me intitulasse feminista, já que as feministas são mulheres infelizes que não conseguem arranjar marido. Então decidi me definir como "feminista feliz". Mais tarde, uma professora universitária nigeriana veio me dizer que o feminismo não fazia parte da nossa cultura, que era antiafricano, e que, se eu me considerava feminista, era porque havia sido corrompida pelos livros ocidentais (...). De qualquer forma, já que o feminismo era antiafricano, resolvi me considerar "feminista feliz e africana". Depois, uma grande amiga me disse que, se eu era feminista, então devia odiar os homens. Decidi me tornar uma "feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens". É claro que não estou falando sério, só queria ilustrar como a palavra "feminista" tem um peso negativo".

O feminismo é uma bandeira que ainda está em crescimento no mundo. Apesar das mulheres já terem conquistado muitas coisas, ainda há muito mais pela frente: mesmas oportunidades, salários iguais... E os homens também precisam mudar para atingirmos essa igualdade - como a Emma Watson, a atriz que interpretou a Hermione em Harry Potter, afirmou em seu discurso para a campanha #HeForShe.

Com exemplos que a autora já passou durante a vida, o livro é uma leitura fácil, para ser feita de uma só vez. A linguagem da autora é tranquila, e consegue passar a mensagem, de modo que muitos poderão se conscientizar sobre o assunto. Deveria ser, sem dúvidas, uma leitura obrigatória durante a vida escolar (o feminismo já é matéria obrigatória na Austrália).

Não deixem de assistir ao discurso que deu origem ao livro:

Leia também

14 comentários!

  1. Oi. Eu tenho esse livro e o acho fabuloso, é mais que uma simples obra literária, é uma ferramenta para lutar contra violência contra mulher. Fantástico. Meu sonho é poder comprar todos os livros da autora. Parabéns pela escolha do livro na resenha, fabuloso! <3

    ResponderExcluir
  2. Realmente o conteúdo é interessante e concordo, que seria uma boa escolha nas escolas, dariam bons debates e tema, fiquei curiosa para ler o livro, mesmo que não ficção não seja o meu forte, pois acho o feminismo, um tema bom seja para estudo, ou para compreende-lo e acredito que neste livro, o leitor terá uma boa ideia. Gostei bastante da dica!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Andrea
    Não conhecia a obra, mas me interessei em lê-la. Realmente os homens também precisam mudar, mas tem muita mulher que também precisa mudar, muitas ainda são preconceituosas com elas mesmas rs Infelizmente.
    Gostei da autora seguir essa linha de dar exemplo de suas vivências. Bela resenha, leria sem dúvida.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Quero muito esse livro, Andrea! Agora me arrependi de não tê-lo pedido como presente de amigo oculto de natal. Gosto muito dessa palestra, e sei que livros assim são fundamentais. Será a minha próxima aquisição!
    Beijo grande, parabéns pelo seu post relevante!

    ResponderExcluir
  5. já tinham me indicado falando que era uma super livro, e desde então fiquei muito curiosa pra fazer a leitura... lendo sua resenha, só reforça minha vontade ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá Andrea, como vai?
    Eu ainda não conhecia esse livro da editora, mas agora fique curiosa, é sempre bom conhecer mais um pouco do tema.

    coisasdemineira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee!!!
    Gostei da proposta do livro, pois em um momento onde o femininismo está tão em alta, sendo tão discutido nada como uma obra para enriquecer ainda mais nossos conhecimentos e clarear nossas opiniões!!
    Adorei a resenha!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  8. Já tinha ouvido falar de Chimamanda e de toda sua luta em nome da igualdade entre homens e mulheres!!! Muito legal essa ideia de lançar como livro um de seus discursos e concordo com vc que essa temática tinha que ser debatida constantemente, nas escolas, nas casas enfim por todos. Chega de preconceitos, desigualdades, injustiças e sofrimento.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Andrea que livro interessante, fiquei muito instigada com o tema que ele aborda, o feminismo é interpretado de forma equivocada e banalizada, e esse leitura seria muito bem vinda, para sanar muitas dúvidas que ainda tenho a respeito. Amei a resenha parabéns!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  10. Olá... tudo bem??
    Não conhecia o livro e achei tudo muito interessante... essa coisa de que o livro pode tornar didático para os adolescentes principalmente é bem legal e isso pode trazer um ótimo aprendizado para os meninos e meninas... vejo as pessoas falando do feminismo como se fosse algo sujo e nojento e eu não acho isso certo... claro que não sei exatamente sobre o assunto de forma profunda, mas sei que é algo bom tanto para as mulheres quanto para os homens que são os que mais não conhecem do assunto e fazem pouco caso disso... enfim... adorei a resenha e a proposta do livro... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oláá
    Eu quero super ler o livro, minha amiga leu e adora, deve ser um discurso sensacional e sua resenha me deixou ainda mais curiosa, adorei

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Impressionante como as pessoas gostam de distorcer o significado das coisas, ser feminista e brigar pelo direito de igualdade não nos faz mulheres infelizes, muito pelo contrário, nos faz mulheres fortes, destemidas e confiantes. É uma pena como muitos ainda usam a palavra feminismo de forma depreciativa e não enxergam o verdadeiro valor e significado que ela representa. Imagino a luta que foi para essa autora escrever sobre isso. Com certeza quero ler esse livro.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    apesar de raramente ler não ficção, esse livro me interessou muito. Feminismo é um assunto que precisa ser muito discutido. Apesar de ser considerado "modinha" agora, poucos sabem seu real significado, e adorei a a forma como a autora brincou com isso e com as visões que as pessoas tem de feministas
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/,

    ResponderExcluir
  14. Essa mulher é demaaaaaais! Amei esse livro. Concordo com tudo. Simplesmente tudo.
    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons