Boyhood

by - março 04, 2015


Quando eu era criança, achava que eles esperavam os atores crescerem para continuar os filmes. Realmente acreditava que pegavam a atriz ou ator quando ainda pequeno, esperavam anos e só então continuavam as filmagens. Confesso que fiquei chateada quando descobri que não era bem assim.

Então, vocês imaginam  a minha felicidade quando descobri que um filme tinha realmente feito isso, né? Assim que descobri que lançariam um filme que realmente levou 12 anos para ser filmado, e que tinha pego os mesmo atores durante todo esse tempo, a curiosidade já bateu - e a vontade de assistir o filme só cresceu!


O filme mostra a vida de Mason (Ellar Coltrane) desde os seus 6 anos até ele entrar na faculdade, com 18. Ao longo a história, vemos sua relação com a irmã, Samantha (Lorelei Linklater), com os pais, Mason (Ethan Hawke) e Olivia (Patricia Arquette) com os amigos e com as garotas.

O que eu achei legal é que o filme não tem nada de extraordinário. Não tem nada lá que não pode ter acontecido com você ou algum conhecido. O que é mostrado são acontecimentos corriqueiro, nosso cotidiano mesmo. Irmãos pegando no pé um do outro, pais tentando ter 'a conversa', namoros, festas...


Para isso, ao longo dos anos, o diretor Richard Linklater filmou pequenos curta-metragens. O filme, por conta disso, conta com 143 cenas diferentes! O filme, que tem quase 3 horas de duração, passou rápido. Nos sentimos tão envolvidos com a normalidade da vida de Mason que, quando percebemos, já estamos indo para a faculdade junto com ele!

Com certeza, foi ótimo ver todos os atores crescendo juntos! O filme é incrível. Não só pela ousadia e ideia inovadora do diretor em filmar durante 12 anos, mas também pela capacidade de fazer um filme que mostra o nosso cotidiano sem que fique uma coisa chata. Realmente, vale muito a pena assistir!


Curiosidades
- Apesar do filme ter sido gravado ao longo de 12 anos, foram apenas 39 dias de filmagem!
- Ellar Coltrane usa 72 diferentes cortes de cabelo ao longo do filme.
- Lorelei Linklater, que interpretou Sam, é filha do diretor. 
- Os namorados de Lorelei e de Ellar na época das gravações fizeram pequenas aparições no filme.
- Lorelei Linklater quis desistir do projeto, pedindo para que sua personagem morresse ao longo da história. Seu pai negou, afirmando que seria muito drama para a história.
- Ethan Hawke estrelou 20 filmes nesse período.

Leia também

4 comentários!

  1. Olá!
    Já tinha ouvido falar sobre o filme, mas não sabia do que se tratava a história.
    Muito legal o projeto de gravar com os mesmos atores, mesmo levando anos para finalizar as gravações. Achei bastante interessante e adorei o trailer.
    Irei assistir! Valeu pela dica!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. mas genteee achei super interessante isso deles filmarem a partir dos anos, nunca tinha visto um filme assim, obviooo, estou doida pra ver esse filme
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Achei bem interessante essa jogada de usar o mesmo ator para interpretar as várias fases da vida do personagem, é bem ousado na minha opinião. Pelo que dá para notar o filme é ótimo e envolvente, fiquei curiosa em assistir. :)

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bom?
    A proposta desse filme é muito boa e diferente de tudo que eu já vi. É tão interessante acompanhar as mudanças dos atores e a Patrícia mereceu receber o Oscar pela obra. Quero assistir em breve.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons