Movie Club: A Culpa é das Estrelas

by - junho 11, 2014


Título Original: The Fault in Our Stars
Direção: Josh Boone
Gênero: Romance, drama
Ano: 2014
Distribuidora: FOX Filmes

Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.
Leia a resenha do livro, para saber melhor a história.


Essa foi, sem dúvidas, uma das melhores adaptações que eu já assisti. Com o autor acompanhando cada passo das gravações, tudo ficou perfeito. Os eventos ocorreram do mesmo modo que no livro, as falas eram exatamente as mesmas e pouquíssimas cenas foram retiradas, sem que fizessem realmente falta para o total. A única alteração que fizeram mesmo foi a idade da Hazel - que aumentou um ano - o que não fez diferença alguma para o enredo.

A atuação foi incrível. Shailene Woodley nasceu para interpretar Hazel. Ela conseguiu colocar tudo o que eu senti quando li o livro, deu a maturidade e a emoção que existem dentro da personagem. Realmente, ela foi perfeita. Ansel Elgort, apesar de não ter as mesmas características físicas de Gus, conseguiu provar que também foi escolhido a dedo para incorporar o personagem, com todo aquele charme que é a cara dele. 

Os personagens secundários também foram ótimos. Willem Dafoe ficou quase irreconhecível como Peter Van Houten e conseguiu demonstrar tudo o que Van Houten tinha que passar para o público. Nat Wolff também fez um Isac memorável, e com certeza mereceu o papel principal de "Cidades de Papel", o próximo livro de John Green que será adaptado. 

Algumas cenas ficaram maravilhosas. Uma que me chamou bastante a atenção foi a do primeiro beijo de Hazel e Gus, na casa de Anne Frank. Várias frases que foram ditas pela judia foram colocadas como fundo para a cena. Elas não apenas se encaixavam perfeitamente no momento, como também deixaram tudo ainda mais emocionante.

Assim que liberaram as vendas para a adaptação do livro de John Green, eu já garanti meu ingresso para a estreia. Quem leu minha resenha do livro, sabe que eu não achei que o livro correspondeu a minha expectativa. Mesmo assim, a leitura foi ótima e arrancou diversas lágrimas. Com o filme, foi o contrário. Ele excedeu minhas expectativas e fez com que eu saísse com olhos vermelhos do cinema.  Eu recomendo a todo mundo, realmente vale muito a pena assistir!


Não deixem de visitar o outro blog participante do Movie Clube: Meu Filme Virou Livro

TOP COMENTARISTA

Leia também

8 comentários!

  1. Nossa, estou louca pra ver esse filme. Parece realmente ter sido emocionante e bem fiel ao livro né?

    Bjok

    ResponderExcluir
  2. Deia concordo com cada ponto que destacou. Eu li A Culpa é Das Estrelas sem expectativas então o livro me conquistou profundamente e o filme realmente me surpreendeu, mesmo sabendo o que viria no curso da história. Também não contive as lágrimas, acho até que me afetou mais do que estava me preparando para.
    Abraço, flor!
    A Thousand Lifetimes

    ResponderExcluir
  3. Ainda não consegui assistir... Só o trailer já me faz chorar. Não sabia dessas frases na cena do beijo! Tenho um carinho enorme pela história da Anne Frank, com certeza mais um momento pra eu me emocionar!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Apenas perfeito né?

    Ah! Tá rolando promoção valendo um exemplar de "A Culpa é das Estrelas"
    Passa lá
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Oiiii deia!
    Demorei um pouquinho para assistir porque simplesmente ODEIO gente mal educada no cinema, mas mesmo assim não consegui me livrar do bando de adolescentes inconvenientes e barulhentos...
    Eu gostei muito do filme e concordo que quase nada mudou!
    Chorei em vários momentos! Lindo demais!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  6. Ai, quanto mais eu vejo falarem do filme mais ansiosa pra assistir eu fico!
    Tô dando um tempinho e acho que vou assistir essa semana, aposto que vai estar bem mais tranquilo (prefiro cinema vazio pra eu poder chorar à vontade, é claro hahaha).

    ResponderExcluir
  7. OMG.
    Eu vi o filme e me acabei de chorar, sendo que tinha lido o livro uns dois dias antes só. (Só li pra poder ir ver o filme, rs).
    Sério, o filme foi super fiel e lindo igualmente. Sei que o Augustus não era igual o do livro, mas Ansel tava lindo no personagem. Eu suspirava mais que a Hazel, com certeza, rs. E ele era divertido também, nossa, não tenho palavras. Virei super fã do ator.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Déia!
    A única coisa que odeio na minha cidade é o fato de não ter um cinema. Num tô querendo nem shopping, só um cineminha para me tirar do tédio nos fins de semana. Mas a questão é que tô muito ansiosa para assistir "A Culpa é das Estrelas" e não posso ainda! Você tem noção disso? Todos os meus amigos já viram, argh! O bom é que todos comentam que a atuação de ambos está incrível e isso eu quero conferir por mim mesma!
    Beijos!

    http://roendolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons