A Menina Que Roubava Livros (Filme)

by - fevereiro 19, 2014


O filme se passa no período anterior à Segunda Guerra Mundial e durante a mesma, na época da Alemanha nazista. Liesel Meminger é uma garotinha que passa a viver em um lar adotivo, por algum problema com sua mãe. Antes de chegar à sua nova casa, na Rua do Paraíso, Liesel passa por uma situação delicada, em que rouba o seu primeiro livro: O Manual do Coveiro.

Em seu novo lar, Hans Hubermann, o pai, é um alemão simpático, conquista a menina logo de início, com seu sorriso caloroso e seu acordeão. Rosa, a mãe, já se mostra um trovão, uma mulher difícil de lidar, mas que, com o tempo, demonstra que até aqueles mais duros são cheios de amor dentro do coração.

Na Rua do Paraíso, Liesel consegue se encaixar em sua nova vida, principalmente com a ajuda de Rudy, seu vizinho, que se simpatiza pela garota desde o primeiro momento. Lá, a menina tem uma vida típica dos jovens daquela época: é obrigada à ir à escolas nazistas, cantar o hino nazista e até queimar livros. A sua família também passa por uma situação peculiar da época: esconder um judeu, Max, que era filho de um soldado que salvou a vida de Hans durante a primeira guerra.

Logo no primeiro dia de aula, percebemos que Liesel não sabe ler. Descobrindo sua dificuldade, e percebendo sua vontade de vencê-la, Hans resolve ajudar. Assim, passa a ler todos os dias junto a menina e, depois de um tempo, cria um dicionário na parede do porão, em que a garota pode colocar as novas palavras descobertas. Liesel também recebe a ajuda de Max, que, com alguns ensinamentos de sua religião, mostra como a palavra é importante e essencial para diferenciar os seres vivos. Ele também ajuda a menina a aprimorar seu vocabulário, de modo a contribuir para que ela se torne uma excelente contadora de histórias.




Eu me encantei com o filme, de um modo que eu não imaginava. Ao longo da história eu sorri, meus olhos se encheram de lágrimas e me senti tocada com a vida de Liesel. Com certeza me arrependi de não ter lido o livro antes!

Adorei a protagonista. Liesel é uma garota tímida, quieta, mas corajosa e que encontrou a paz nas palavras. De seu jeitinho único, consegue conquistar a todos - até mesmo a Morte, narradora da história. A atriz Sophie Nélisse incorporou a garota de maneira incrível, de um modo que parecia que ela nasceu para esse papel. Seu olhar é marcante e seu sorriso encantador.

Todos os personagens conseguiram me conquistar, a seu modo. Hans (Geoffrey Rush) me conquistou desde o primeiro momento, com o seu sorriso, simpatia e jeito leve de viver; Rosa (Emily Watson), que eu odiei no início, conseguiu provar que todos tem um coração grande e generoso por dentro; Max (Ben Schnetzer) me fez ficar emocionada, principalmente por me lembrar de Anne Frank; Rudy (Nico Liersch), por fim, mostra toda a pureza dentro de um jovem, e sua alegria de viver.

O filme também é rico em detalhes. A fotografia é encantadora - as cores são lindas e sempre se destaca o branco da neve. Todo o cenário e figurino contribuiu para que o filme tivesse o ar dramático necessário. Também achei interessante o fato de os atores falarem com um grande sotaque alemão, tendo em vista que a história se passa na Alamanha.

Recomendo o filme de olhos fechados. Não preciso nem pensar duas vezes antes de dizer que esse é um dos filmes que você deve assistir pelo menos uma vez na vida.

* Essa resenha também foi postada para o blog "As Leituras de Mila", no qual sou colunista.

Leia também

10 comentários!

  1. Eu vi esse filme, amei demais. Na sala onde eu vi poucas pessoas não choraram, muito emocionante.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Eu li o livro faz algum tempo e ele é um dos meus favoritos. Daqueles que te comovem e marcam. Estou muito curiosa pelo filme e espero sentir algo muito parecido com o livro. Adorei a crítica.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou louca para ler o livro! Será a minha próxima leitura, com certeza! Eu me emocionei demais no filme, tenho certeza que vou ficar com as emoções à flor da pele com o livro!
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu quero muuuuuuuito ver esse filme, mas como já li o livro (que é fantástico) fico com medo de não ser tão bom, hehehe. Mesmo assim, tá sendo super elogiado <3

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei o filme, e agora estou lendo o livro e gostando bastante! Já percebi algumas diferenças, mas nada que tenha tirado o encanto do livro, viu? Vale a pena assistir!

      Excluir
  4. OWWN, esse filme é a coisa mais linda que eu já vi! <3
    Quando sair em DVD vou comprar, porque é uma história muito bem contada! E diferente do pessoal que acha que a adaptação não cumpriu seu papel, eu discordo. Acho que ficou ótimo e na medida.

    Beijinhos,
    Nina Xaubet
    Storytime, storyteller

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo mesmo, né? Eu também quero o DVD quando lançar <3
      Beijos!

      Excluir
  5. Li o livro e gostei mto. Qdo puder, qr ver o filme tb. Não sei pq, acho q pela capa do livro, eu imaginava a menina com cabelos pretos, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou adorando o livro! Eu acho que na capa do livro, aquela andando com o guarda-chuva é a morte, não? ahahha
      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons