Airhead - Cabeça de Vento

by - abril 13, 2012

Nome: Airhead - Cabeça de Vento
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record


Sempre gostei dos livros da Meg Cabot e comprei esse e sua continuação durante uma viagem para o Canadá. Depois de devorar os dois primeiros fiquei esperando ansiosamente o terceiro ser lançado (e só consegui comprar uns 6 meses depois aqui no Brasil). Mas a narrativa chama a atenção por ser uma história que me pareceu ser diferente - e parecido com um post que tinha feito antes: a protagonista é vítima de um transplante de cérebro!

O livro fala sobre Emerson, uma garota que odeia o fato de ter nome de homem. Ela é uma nerd assumida: vive discutindo jogos de computador com seu melhor amigo, Christopher. Ela também odeia que sua irmã seja tão fútil: tudo o que ela fala é sobre maquiagem, roupas, sapatos, famosos e qualquer coisa que seja assunto de uma revista teen.

Depois de sua irmã ter insistido muito, ela a acompanhou para ir na inauguração de uma loja da grande rede Stark. O famoso cantor britânico Gabriel de Luna estava lá. É claro que sua irmãzinha iria tentar de tudo para conquistá-lo. E ela teria que aguentar tudo isso. 

É então que acontece algo impensável: Emerson sofre um acidente. E, quando acorda, está no corpo da modelo mais famosa de sua época - a ídola de sua irmã - Nikki Howard. Para sobreviver, teve que realizar um transplante de cérebro. E o corpo que recebeu foi exatamente o da modelo.

Como os pais de Em não tinham dinheiro para pagar a cirurgia - mas fariam de tudo para que a filha continuasse viva - tiveram de concordar que Em continuaria a vida de Nikki exatamente da onde a modelo tinha parado. E, assim, Em começa a ter uma vida dos sonhos de sua irmã. E viver cercada das futilidades que tanto odiava. Mas será que ela vai conseguir viver nesse novo mundo? E se ela começar a gostar dele?


Eu amei o livro. Não só porque é da Meg Cabot (uma das minhas escritoras favoritas), mas também porque me identifiquei com Em: amo coisas de nerd e odeio gente que só tem cabeça para as futilidades da vida (não que só um pouquinho não faça mal, né?)... Imagina só acordar e ter uma vida totalmente diferente? Eu não sei se conseguiria me acostumar! 

É claro que não consegui me controlar e comecei a ler a continuação rapidinho. Estava morrendo de curiosidade para saber como Em se virou depois de se acostumar (será) com uma vida completamente diferente da sua, rodeada de tudo que sempre odiou! Recomendo muito a leitura!

Leia também

0 comentários!

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons