O Exterminador do Futuro: Gênesis

by - agosto 01, 2015


O mundo foi tomado por máquinas. John Connor, líder da resistência humana, parece já saber como tudo acontecerá quando finalmente acabar com a Skynet (rede criada para controlar e exterminar a vida humana na Terra).

 John percebe que os rivais enviaram um ciborgue - uma máquina, disfarçada de humana - para o passado, com o objetivo de matar Sarah Connor, evitando que o filho dela liderasse e derrotasse a Skynet no futuro. 

Sabendo da situação, Kyle Reese, um dos mais fiéis soldados da resistência, voluntaria-se para voltar para 1984 e manter a mãe de John viva para que ela possa dar a luz ao futuro líder da revolução. Mas, ao invés de encontrar a Sarah Connor, conhecida como garçonete e completamente alheia ao que vai ocorrer no futuro, Kyle a aborda e descobre que ela já está ciente de qual é seu destino. Quando tinha 9 anos, um Exteminador já havia sido enviado para matá-la, porém ela é salva por outra máquina, a quem apelidou de Paps e está disposta a tudo para manter Sarah em segurança. 


Assim, Kyle encontra um passado totalmente diferente, e percebe que o futuro também mudou: a Skynet atacará de outra maneira, e cabe à ele, Sarah e Paps evitar a futura e provável aniquilação da raça humana. 

Foi curioso ver Emilia Clarke atuando fora de Game of Thrones. Vi como ela é uma boa atriz – e que seus filhos são sempre poderosos, sejam eles humanos ou dragões (não, não existem dragões em "O exterminador do futuro"). 

Jai Courtney também está com tudo, e tenho certeza que ele será logo mais um dos grandes nomes de filmes de ação - sua filmografia também passa por "Duro de Matar" e "Divergente", por exemplo. Ele foi um ótimo Kyle Reese, sem dúvidas.


Já Arnold Schwarzenegger ficou ótimo no papel de Paps, o exterminador que é uma figura paterna para Sarah. Adorei suas tentativas de parecer mais humano (principalmente seu cativante sorriso) e também suas tentativas de se mostrar não tão obsoleto, ao invés de velho. Também adorei a relação de seu personagem com Sarah Connor.

Eu achei o filme ótimo. Vale mesmo a pena assistir, principalmente para os fãs de ação. Confesso que não me lembro de quase nada do primeiro filme – assisti há muitos anos. Mesmo assim, entendi o filme, gostei e me diverti bastante. Eu saí do cinema curiosa para assistir o primeiro filme (e os outros, quando descobri que eles existiam). 

Leia também

6 comentários!

  1. Gente, que filme interessante e incrível, logo após de ler essa resenha fui procurar os filmes no cartaz, e não tem ele, partiu meu coração. Mas, preciso, exijo, necessito que esse filme esteja em cartaz da minha cidade o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti aqueles antigos, tenho vontade vê esse sim. Ainda mais depois deste post.

    devoradores2livros.blogspot.com.br

    Um xero.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Andrea!
    Sou fã dos filmes do Exterminador, assisti a todos várias vezes, principalmente o primeiro. Ainda não assisti a esse, mas gostei dessa nova versão com essa mudança na história, e pretendo assistir sem dúvida.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Nem sei o que falar, pois amo filmes de ação, então você já sabe, neh?? Claro que vou assistir!! =P
    Adoro o papel que Emilia Clarke faz em Game of Thrones e acho ela incrível e linda <3 E também o Arnold Schwarzenegger que é uma lenda. Como não assistir??
    Bjs Andrea!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Deia, nunca assisti nada de O Exterminador do Futuro, nem sei quantos filmes tem, mas fiquei bem curiosa para assistir com o seu post. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu tava com muita vontade de assistir esse, mas ouvi tanta gente falando de como o filme era ruim, dizendo que ele perdeu a essência dos primeiros da franquia que perdi a vontade. :/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons