Gossip Girl: Psycho Killer

by - setembro 27, 2012

Nome: Gossip Girl: Psycho Killer

Autor: Cecily von Ziegesar
Editora: Galera Record

Quando falamos de Gossip Girl muitas pessoas tem preconceito. Quem que gosta de ler sobre um grupo de jovens fúteis, que só falam de roupa, que organizam as festas mais chiques e com motivos mais inúteis, que se drogam e bebem de um modo que não poderiam, que parecem melhores amigos quando estão juntos e adoram fofocar e falar mal dos outros pelas costas? Bom, eu gosto. Mas não é por isso que eu não ache que todos eles mereçam morrer.


E é exatamente isso que Cecily von Ziegesar fez em Gossip Girl: Psycho Killer. Depois que sua mãe disse a autora que todos os personagens por ela criado deveriam morrer, ela gostou da ideia – e o livro que veio como consequência disso é esse que estou falando.

A história é a mesma da do primeiro livro da Série (“Gossip Girl: As delícias da fofoca”), mas com pequenas alterações. Serena acabou de ser expulsa do internato por motivos desconhecidos. Blair conseguiu tudo o que queria: é, agora, a garota mais popular da Cosntance e namora Nate, o garoto que é dividido entre as duas “melhores amigas”. O pessoal do meio continua fofocando feito louco, Chuck continua aquele chato que todo mundo odeia, mas anda junto, Nate continua fumando maconha, Jenny e Dan continuam idolatrando Serena e Vanessa continua com aquelas filmagens esquisitas. Mas agora o Upper East Side está infestado por abutres – e não é a toa: a onda de violência está cada vez maior. E é possível encontrar cadáveres onde menos se espera.

Serena volta do internato disposta a fazer qualquer coisa para voltar a ser amiga de Blair e retomar sua reputação – mesmo que, para isso, tenha que matar umas pessoas no meio do caminho. Blair, com inveja da amiga, quer provar que também pode ser violenta e perigosa – e não tem medo de matar quando tem vontade. 

O livro é absurdo – e mesmo assim vale a pena ler. As mortes acontecem da forma mais impensável possível. Seja jogando as pessoas pelo triturador de lixo, estourando os olhos delas, com um cortador de pizza e muitas outras maneiras. Os motivos pelos quais as pessoas morrem também são hiper fúteis (o que é totalmente compatível com as personagens). Recomendo para quem gosta de Gossip Girl – e, também, para aqueles que morrem de raiva de suas futilidade e torce para que elas se matem!


Ps. Gente... Não consigo ler o nome do livro sem pensar em "Psycho Killer", do Talking Heads! Não conhecem? Vou deixar aqui uma versão remix para vcs! (:


Leia também

1 comentários!

  1. Não tenho o menor interesse por essa série, seja pelos livros ou pelo seriado de TV. Sei lá, não faz meu estilo nem um pouco. :X
    Beeeijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante! Obrigada por comentar, e aproveite sua visita!

* Os comentários são moderados, então dependem de aprovação para serem publicados.

O conteúdo do blog foi escrito e criado por mim, salvo quando sinalizado. Se for copiar, me avise e coloque os devidos créditos. As imagens e fotos, se não tiradas por mim ou criadas para o blog, foram retiradas, em sua maioria, do Pixabay. Caso seja de sua autoria, me avise para que eu coloque os devidos créditos!

Licença Creative Commons